sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 4

AS GELEIRAS ESTÃO DERRETENDO


Em um livro relevante intitulado An Inconvenient Truth (Una Verdad Inconveniente), Al Gore, ex vice-presidente dos Estados Unidos, destaca que em 20 dos 21 anos  mais quentes desde a década de 1860 ocorreram no último quarto de século. Os efeitos das temperaturas elevadas são mais dramáticos  próximo aos pólos Norte e Sul, onde a neve e o gelo que estão derretendo-se refletem menos luz solar. E a terra e o mar expostos absorvem mais calor do sol, redobrando assim o efeito estufa. Vários estudos recentes mostram que "o derretimento do gelo maritimo de inverno no Artico aceleraram enormemente nos ultimos anos, ao ponto de que uma parte do tamanho da Turquia desaparece em poucos 12 meses.
   
 As geleiras em todo o mundo estão derretendo a um ritmo cada vez maior. Certos estudos indicam que o derretimento das zonas que permaneciam congeladas o ano todo nas regiões subarticas liberará metano, o qual tem 20 vezes a capacidade de aquecimento que tem o dioxido de carbono. Os pesquisadores vem nesta liberação imprevista de grandes quantidades de metano uma "bomba de tempo climatica", que ao explodir aumentará dramaticamente as temperaturas em todo o planeta. Cientistas noruegueses descobriram que as concentrações de clorofluorcarbonetos, que capturam calor mil vezes mais do que o dioxido de carbono, se duplicaram entre 2001 e 2004 (News Scientist, 30/09/2006). Tudo isto está acelerando o ritmo de aumento da temperatura nos ultimos 20 anos.











terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 3

A Terra Ameaçada

Um dos mais graves problemas ambientais que enfrentamos hoje é o nível crescente de gases de efeito estufa como o dióxido de carbono, o metano e clorofluorcarbonetos  que esquentam o planeta impedindo que o calor do sol se disperse. O dióxido de carbono é liberado ao queimar-se combustíveis fósseis: petróleo, gasolina, carvão e gás natural. O metano é liberado na descomposição da matéria orgânica. Os sistemas de ar condicionado empregam clorofluorcarbonetos.
    As concentrações atmosfericas de dioxido de carbono aumentaram desde os níveis preindustriais de 280 partes por milhão (antes do ano 1750) a mais de 380 partes por milhão em 2005, e as amostras de núcleos de gelo na Antartida mostram que o dioxido de carbono é  agora 27% maior do que em qualquer outro momento da historia. As emissões mundiais de dioxido de carbono poderão elevar-se em até uns 60% entre 2001 e 2025, enquanto naçoes populosas como a Índia e a China seguem industrializando-se e adquirindo mais automóveis acionados por gasolina. Entre um terço e a metade dos bosques do mundo foram destruidos, o que eleva ainda mais os niveis de dioxido de carbono.  As árvores são responsaveis pela retirada biogenica do gás carbonico em excesso na  atmosfera por meio da fotossintese.
    
O aumento de gases de efeito estufa na atmosfera tem relação estreita com o aumento da temperatura em todo o planeta. Nos ultimos trinta anos a temperatura da Terra tem aumentado em aproximadamente 0,2 graus Celsius por decada, por isso a temperatura media chegou ao seu ponto mais alto desde os primeiros registros na historia. 









quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 2


 Hoje muitos já estão sentindo que grandes mundanças estão ocorrendo na superfície terrestre. Mas poucas pessoas sabem que algo está originando tudo isso e qual o verdadeiro sentido de tais fenômenos. Os cientistas podem explicar algo ocorrido no passado, mas quanto as coisas futuras apenas podem especular. Por outro lado, a Bíblia contem dezenas de profecias que revelam como serão as condições no final dos tempos, antes da volta de Jesus. Jesus disse aos seus discípulos que  observassem, atentos, uma série de fenomenos que marcariam um periodo crucial da história terrestre. Será que as condições ambientais atuais se assemelham ao que foi profetizado na Bíblia a respeito do fim dos tempos?

DEZENAS DE ADVERTENCIAS

    A inquietação de muitos sobre uma ligação, real ou não, entre os dramáticos fenomenos ambientais, as mundanças climaticas em todo o globo e o futuro da civilização humana não são recentes e que sejam tão surpreendentes. O doutor Paul Ehrlich, professor universitario de ciencias biologicas, escreveu: " Os sombrios perigos ambientais que estão ocorrendo neste momento em nossa civilização certamente não são segredo... durante decadas, os cientistas ambientalistas nos advertiram sobre certas tendencias ecologicas relacionadas como a perda da diversidade na fauna e na flora, as rápidas mundanças climaticas e a propagação de substancias quimicas toxicas sobre a Terra, as quais se não forem controladas, poderiam destruir nossa civilização". O mesmo cientista cita um informe de 1993 emitido por 58 academias de ciencias: "A magnitude desta ameaça... está relacionada com o tamanho da população e o uso de recursos por cada pessoa... Aumentando cada vez mais o numero de seres humanos, também aumentará a possibilidade de mundanças irreversiveis de enorme magnitude".
    O doutor James Speth, professor de ciencias florestais, foi um dos que alertaram sobre o perigo que o meio ambiente em todo o mundo  está correndo. Há mais de 25 anos foi reunido informes que hoje se vê que estavam surpreendentemente corretos. O doutor Speth e outros começaram a ver "uma nova série de desafios ambientais mundiais mais perigosos e dificeis... a mundança climatica, a devestação nos tropicos, a extinção de especies,  a deterioração da Terra e outros processos indesejados" estão ocorrendo a uma velocidade e ritmos espantosos.

    Outro investigador universitario advertiu: "Agora e virtualmente certo... que as temperturas mundiais subiram a um nivel nunca antes registrado nas sociedades sedentarias ou inclusive nos ultimos milenios... O aquecimento do planeta é, pois, uma demonstração, pela primeira vez em escala mundial, dos resultados de desacatar as restrições ecologicas vitais. As consequencias para a vida, a Terra e a humanidade serão profundas" (Historia verde de la Terra). O que está acontecendo então no meio ambiente para causar tanta preocupação no meio cientifico?





terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 1





A terra está deveras triste por causa 
da irresponsabilidade desta geração.


Por Douglas Winnail




O aquecimento global
 é um sinal do final dos tempos?
Qual o verdadeiro significado das alarmantes
 mudanças climáticas?
Tudo isto tem alguma relação 
com as antigas profecias bíblicas?

Não faz muito tempo, um  importante periódico da Inglaterra publicou um artigo com este ousado título:" Isto é o fim do mundo? Terremotos, furacões, inundações... O que está acontecendo em nosso planeta?" O artigo citou três grandes furacões que assolaram a cidade de Nova Orleans e boa parte da costa do golfo do México em 2005. Citou ondas mortais de calor, secas e o maior tsunami que varreu o oceano Índico deixando atrás de si um espetáculo de morte e destruição jamais visto.
    O autor relatou uma série de calamidades mundiais: " o mar está evaporando ácido, o ar está nos sufocando, as calotas polares estão derretendo. A muito tempo certas palavras como fome, pestilência e praga eram vocábulos da Bíblia que inspiravam terror. Mas agora, em nossa era, parecem mais forte ainda pois é o que estamos presenciando com nossos próprios olhos! Com razão muitos pensam que estamos no tempo do fim". O artigo descrevia como 200 destacados cientistas haviam advertido ao primeiro ministro britânico que " A calamidade mundial está mais próximo que nunca devido as mundanças climáticas". O autor reconheceu: "Mesmo convencidos que o fim está próximo, ao ler nos jornais sobre o rugir da mais recente catástrofe natural nos perguntamos: "O que está acontecendo com o nosso planeta? Estamos no princípio do fim?" (The Independent, domingo, 16 de outubro de 2005).



    No dia 2 de fevereiro de 2007, o Grupo Intergovernamental de Experts Sobre as Mundanças Climaticas, entidade das Naçoes Unidas composjtas por cientistas e membros de 113 paises, publicou um informe: "A mundança Climática 2007", no qual predisse que as temperaturas e os níveis do mar aumentaram sempre mais "durante séculos". O grupo previu ainda que os níveis do mar subiriam entre 18 e 76 centímetros até o final do século que as temperaturas se elevariam de 1 a 6 graus Celsius.

                        As geleiras estão derretendo

    Realmente está ocorrendo algo no mínimo espantoso e extraordinário na Terra, ou será que a preocupação pelas mundanças climáticas obedece a simples manobras políticas partidárias? Entramos em um período da história do nosso Planeta único e sem precedentes, ou somos simples testemunhas de fenômenos naturais? Será que a Terra, de há muito submetida pelos abusos da humanidade, está contra-atacando?
O aquecimento global pode levar a consequencias desastrosas
    

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Paraiba Avante!





Creio que o nosso humilde estado precisa ainda dá muitos passos e sofrer muitos solavancos na estrada da evolução social, politica, educacional. Entre outros aspectos. Mas ao me deparar com a aprovação da PEC 300 isto já é um dos muitos degraus para chegarmos ao topo. Vamos torcer para que os que fazem a nossa política sempre almejem a emancipação do cidadão paraibano não apenas de certos grupos que se digladiam querendo a todo custo experimentar uma fatia do bolo. Reconhecimento pelo trabalho, por tudo que  se realiza a favor do bem estar social isto é a PEC 300 para os  os policiais militares, civis, corpo de bombeiros e agentes penitenciários.
Vamos em frente que atrás vem gente!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

O simbolismo do batismo

 


Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito (1 Co 12:13).
 João Batista afirmou que  o Messias iria nos ofereceria dois batismos, ao mesmo tempo significando um só: com Espírito Santo e com fogo (Mt 3: 11-12). Os que não fizerem parte da família de Deus através do Espírito Santo, serão lançados no lago de fogo, de sorte que não lhes deixará "nem raiz nem ramo" (Mal 4:1).Jesus Cristo compara o Santo Espírito à "rios de água viva" (Jo 4:14;7:38-39).
O apóstolo Paulo explique em Col 2:12, o batismo significa um sepultamento. O "velho homem" e simbolicamente  morto, sepultado. Nos tornamos uma nova criatura através do batismo. 
Em Rm 6:4-5 lemos: "De sorte que nós fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte, para que como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andamos nós também em novidade de vida. Porque se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição". O batismo não é um mero ritual ou um sacramento mágico. É um símbolo muito significante.
   Edificado sobre a fé e o arrependimento, o batismo é um sinal exterior do nosso desprendimento para Deus através de Jesus. Ele representa um novo nascimento. O velho homem com todos os seus pecados é simbolicamente sepultado, deixando que uma nova criatura tome o seu lugar. As águas do batismo representam a nossa purificação interior, pelo Santo Espírito. O sacrifício de Cristo pagou o preço dos nossos pecados. Pelo batismos fomos purificados aos olhos de Cristo. Ora o batismo não é a plenitude mais o início da nossa conversão para uma nova vida em Jesus Cristo.


Extraído de "Devriez-vous être baptisè? - Traduzido livre.