domingo, 10 de maio de 2015

Parabéns todas as mães, Jesus vos ama!!











quinta-feira, 7 de maio de 2015

O Futuro da Alemanha - Um 4º Reich? - Parte 08





A influencia prussiana

     A tradição militarista prussiana iniciada pelos Hohenzollern acabou difundindo-se por toda a Alemanha. Logo depois da derrota da Prússia por Napoleão, o exército prussiano se reorganizou. Um brilhante teórico e organizador, Gerhard von Scharnhost, fundou academias militares, organizou  um novo tipo de exército e fundou as bases do que veio a se tornar o grande Estado Maior da Alemanha. Este grupo de soldados profissionais se preparavam  para a guerra mesmo em tempos de paz e formava as gerações futuras de oficiais. Esta idéia logo foi copiada pelos países de todo o mundo. Sob as ordens de Scharnhorst, a toda a população da Prússia aceitou de bom grado obter vitória pela guerra. Mas foi Karl von Clausewitz quem exaltou ao máximo a profissão militar e preparou a Prússia e a Alemanha para a guerra total.
    Segundo Clausewitz, a guerra era simplesmente continuação da política por outros e não podia obter vitória verdadeira sem derramamento de sangue. Estas idéias tiveram ampla aceitação na Alemanha refletiram na política de Bismarck, para quem "as grandes questões do dia não seriam decididas por consenso nem através do voto mas por derramamento de sangue" (ibdem). O objetivo do novo exército criado por Scahrnhorst, Clausewitz e outros era destruir totalmente o exército inimigo o mais rápido possível e com eficiência através de tropas com impressionante destreza e disciplina que lutavam pelo futuro da nação.
    Foi a tradição prussiana, autoritária, antidemocrática, militarista e expansionista, que aplainou o caminho para o auge da Alemanha imperialista, os nazis, as aventuras militares, as atrocidades e os desastres do terceiro Reich. Se bem que a crise econômica mundial facilitou a ascensão de Hitler ao poder, suas idéias foram tomadas de conceitos e tradições muito antigas na Alemanha. A conduta guerreira e a glorificação da guerra, próprias dos romanos, reaparecem constantemente na história alemã. Cabe, pois, indagar-se, por que os alemães tem esta atração pela precisão e a conduta marcial que tanto distingue seu caráter nacional. Quem foram os antepassados das tribos germânicas que emigraram das costas dos mares Negro e Cáspio?

(Continua no próximo post)