segunda-feira, 29 de abril de 2013

Elias, a depressão do homem de Deus


Por Eliseu Antonio Gomes
.
Artigo relativo à lição nº 5, Um Homem de Deus em depressão, com comentários de José Gonçalves. Este conteúdo visa servir de subsídios aos alunos que usam a revista Lições Bíblicas, publicada pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus, cujo material é dirigido à Escola Bíblica Dominical (EBD) no período do  1º Trimestre de 2013: Elias e os profetas de Baal. Contudo, o texto é abrangente, serve a todo aquele que deseja meditar sobre o assunto.
.
O que é a depressão? Depressão é parte de um processo psicológico. é um transtorno psiquíatrico ligado ao desequilíbro das substâncias químicas no cérebro. É mais do que uma simples tristeza, é uma doença que precisa ser tratada. Ela pode ser de origem genética, como também aparecer devido estresse, estilo de vida, alimentação e problemas de ordem pessoal. Causa desânimo, delírio, comportamento autodestrutivo, suicídio.
.
"Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança"- Romanos 15.4.
.
Como homem de Deus, Elias era espiritual, tinha a capacidade de fazer o extraordinário de Deus acontecer, apesar de todos os pesares da limitação humana. As Escrituras Sagradas relatam a fragilidade do profeta tisbita e de outros grandes personagens bíblicos. E através disso vislumbramos que o Senhor está interessado em ajudar os depressivos a superarem a depressão.
.
Observe como Deus trata o deprimido Elias em 1 Reis 19.5-7: Ele o faz dormir duas vezes e lhe dá dois pratos de comida. Isso o profeta deveria ter feito por si mesmo. Muitos cristãos desabam deprimidos por negligenciar os devidos cuidados necessários quanto às coisas mais essenciais da vida, que são comer e dormir.
.
É surpreendente a diferença de comportamento de Elias em 1 Reis 18 e 1 Reis 19. Primeiro, um Elias entusiasmado e ousadíssimo demonstra o poder e a grandeza de Deus ao confrontar o rei e 900 sacerdotes pagãos, depois, diante da ameaça de Jezabel corre assustado e se esconde. O que houve? Talvez o profeta esperasse que diante do fato de orar e descer fogo do céu, tudo mudaria em Israel, a idolatria acabasse e Acabe se convertesse ao Deus verdadeiro. Talvez, a mudança drástica de ânimo aconteceu porque ao invés de ocorrer um grande avivamento, a perseguição passou a ser mais intensa, havia o iminente risco de morrer.
.
Elias, como ser humano era sentimental, se decepcionou e experimentou a dor da alma,, todas as intempéries da vida. Durante os momentos de conflitos internos, períodos de enorme tristeza, sentiu medo e empreendeu fuga, isolou-se e sentiu comiseração. Em sua solidão e sentimento de autopiedade quis morrer, e descobriu que estava debaixo dos cuidados de Deus (1 Reis 19.3-7; Tiago 5.17-18).
Aprendemos com a expectativa de Elias que apesar de Deus trabalhar em nossas vidas de maneira espetacular, nem sempre a reviravolta que desejamos que aconteça, acontecerá de imediato. Se nos concentramos em determinado resultado rápido, poderemos cair na mema depressão do profeta: sentimento de fracasso, medo e frustração. É preciso ter paciência, ignorar as aparentes dificuldades e enxergar além dos problemas. Não há nenhum erro em querer ver o melhor, mas é necessário tomar cuidado com a espécie de nossas expectativas, pois elas podem levar às grandes decepções.

Nenhum cristão está imune ao desconforto psicossocial. Então, precisa manter o foco na direção certa. Não andamos por vista mas pela fé. Usando a fé  jamais nos esqueceremos que Deus está no controle de tudo (2 Coríntios 5.7; Salmos 103.19; 115.3). Ao manter a confiança que o Senhor é fiel, e descartamos os anseios equivocados, descansamos nas promessas e princípios revelados nas Escrituras Sagradas (Números 13.1-2; Salmo 19.7-9; 93.5; Romanos 4.16-21).
.


.
E.A.G.
.


domingo, 28 de abril de 2013

Elias e a Longa Seca Sobre Israel










Por Eliseu Antonio Gomes
.
Nomenclaturas
.
Existe uma diferença entre os fenômenos climáticos seca e estiagem. Ambas provocam a insuficiência de chuvas. Porém, há um conceito metereológico que define a seca como um fenômeno permanente, enquanto a estiagem acontece por determinado intervalo de tempo.
.
Baal e Aserá
.
Baal era a principal divindade masculina dos fenícios e dos cananeus, era considerado o deus do trovão, do raio e da fertilidade, simbolizava as forças da natureza e supostamente possuía poder sobre os fenômenos naturais.
.A deusa Aserá era a esposa de Baal, adorada entre os sidônios e  na mitologia cananéia.
.
Fidelidade, infidelidade, escassez e fome
.
A Escritura revela que a fome era extrema em Samaria. O grande período sem chover provava que Baal era um deus falso. A passagem bíblica de 1 Reis 18.5 revela que inclusive os cavalos de montaria do rei sofriam com sede e fome.
.
Até mesmo em uma grande escassez Deus nunca se esquece dos seus servos fiéis. Enquanto os idólatras padeciam durante o tempo que não chovia, o Senhor revelava-se de maneira maravilhosa ao enviar provisão aos que não dobraram seus joelhos a Baal. Não faltou água e comida para Elias durante a estiagem, como também não falou provisão aos muitos outros profetas do Senhor (1 Reis 17.1-7; 18.4; 19.18).  
.
O apóstolo Paulo nos deu um depoimento sobre sua fé em Deus independente das condições em que se encontrava, que todo cristão precisa estar disposto a imitar: "Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece" -  Filipenses 4.12-13.
.
O monte Carmelo
.
O monte Carmelo era o pico de uma cordilheira, as cadeias de monhanhas que ele fazia parte se estendiam do sudeste de Israel até o Mediterrâneo. O local era o mais famoso centro religioso de adoração a Baal, onde havia santuários pagãos nos quais prestava-se culto ao falso deus pedindo o retorno das chuvas e boas colheitas.
.
O longo período... (Continuação da leitura ma fonte: Belverede).
.
__________
.
Você pode copiar o artigo, desde que informe nome de autoria, fonte de coleta e não o use com objetivo comercial.
.
Informe-se, divulgue, participe desse evento gratuito: Reta Final para a 15ª VINACC - Montagem dos Stands
.
Siga o UBE Blogs e o Belverere via Google Friend Connects. A sua relação tem como consequência maior visibilidade de seu blog, como também garante a você o recebimento de atualizações automáticas. Comente nos artigos atualizados, cada comentário é um link direcionado ao seu blog, que poderá ser usado por internautas e é usado pelo robô do Google, colocando sua página em um número maior de resultados de pesquisas.

Visite Uniao de Blogueiros Evangelicos em: http://www.ubeblogs.com.br/?xg_source=msg_mes_network

sábado, 27 de abril de 2013

O Legado de Elias









Por Eliseu Antonio Gomes

A chamada ministerial é uma situação de especificidade, é uma característica
 única na vida das pessoas, algo impossível de ser copiado, repetido
por outros. É uma relação entre o Senhor e a personalidade do servo.

Deus prepara o ser humano para a missão a ser desempenhada, 
coloca nas entranhas de sua alma talentos próprios, para cumprir
 sua função ministerial, dá-lhe situações na vida para aprimorar sua vocação.

Características distintas entre a vida de Elias e Eliseu

Qual a profissão do profeta Elias? Talvez não tivesse nenhuma 
ocupação especializada, pois a Bíblia Sagrada relata apenas seu local de origem e não
sua atividade de trabalho secular. Por sua vez, Eliseu era boiadeiro e trocou o ofício
terreno pelo sagrado.

A Bíblia não relata a morte de Elias, informa que ele foi arrebatado numa carruagem de fogo.
 Mas, informa a morte de Eliseu, e que seu cadáver continha virtude e foi capaz de ressuscitar
 um homem morto.

Imitadores de Eliseu?

Quando o profeta Elias encontrou o jovem Eliseu, ele arava a terra usando doze juntas de bois.
 Elias passou sobre ele o seu manto. Após o ato simbólico, Eliseu fez uma mesa de
 confraternização usando como alimento as carnes dos animais que usava para trabalhar
na terra, para isso usou o jugo dos bois como madeira de combustão para preparar o fogo.
 Isto é, deixou a sua profissão para exercer o ministério de profeta em tempo integral.

Alguns cristãos tomam a atitude como um exemplo para a carreira de obreiro.
 É preciso situar e contextualizar. Não é possível comparar sem fazer as devidas proporções.
 Eliseu era um profeta no Antigo Testamento, viveu na Dispensação da Lei, não conheceu
Cristo e não pregou as Boas Novas do Calvário. Nós somos almas que estamos na
 Dispensação da Graça, conhecemos a Jesus e seu sacrifício vicário, temos a missão de anunciar
 ao Senhor como Salvador.

O legado cultural tem a ver com o idioma, costumes e tradições, que passam de uma a outra
 geração. Mas, para o cristão, a herança que é uma obrigação ser transmitida é apenas a fé
 em Cristo, como Senhor e Salvador. A missão do cristão é ensinar seu semelhante a imitar a
Cristo (1 Coríntios 11.1).


E.A.G.
.

Fonte: Belverede
.
_________

Siga o UBE Blogs e o blog Belverede via Google Friend Connect, e receba 
atualizações periódicas de nossos artigos.
Visite Uniao de Blogueiros Evangelicos em: http://www.ubeblogs.com.br/?xg_source=msg_mes_network


 


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Bases do Casamento Cristão



Por Eliseu Antonio Gomes

O cristão precisa compreender a instrução divina quanto ao casamento e aplicá-la como base à sua vida diária. Entender que querer casar deve ser uma decisão resultante do amor sincero, pois estar casado é entrar no relacionamento mais íntimo que podemos viver aqui na Terra.
O que Deus uniu.

"Venerado entre todos seja o matrimônio e o leito sem mácula" - Hebreus 13.4.

Adão e Eva não tiveram pais e sogros. Assim sendo, todos os recém-casados devem buscar a independência emocional e financeira de seus pais, estabelecer núcleo familiar independente, como se não tivessem pais e sogros também. Trata-se de uma separação paterna no sentido de procurar resolver os problemas entre si e crescer juntos em intimidade e união, não é esquecer-se dos pais e desrespeitá-los.

Apesar de o pecado do ser humano interferir no plano de Deus para o casamento, a Bíblia dá diretrizes para um casamento feliz, estável, tranquilo. Todas as passagens bíblicas sobre o tema enfatizam o valor espiritual do casamento, é ensinado que ele deve ser respeitado, honrado e valorizado. O Senhor sempre quis que tanto o homem quanto a mulher se realizassem juntos, criou um relacionamento de total comunhão em que ambos pudessem viver harmoniosamente, desfrutando o amor e companheirismo mútuos com total intimidade. 
Logo no princípio, Deus ordenou que o homem deixasse pai e mãe e unisse à sua mulher, para que ambos fossem "uma só carne." O marido torna-se uma só carne com sua esposa durante o ato conjugal (Efésios 5.31). Tal determinação é a expressão da vontade de Deus para todas as pessoas, ao crente e ao descrente.
O matrimônio é o plano da base familiar em âmbito global. Adão e Eva não escondiam nada entre eles, viviam nus um diante do outro e não se envergonhavam disso. A intimidade sexual é natural no sentido em que o Criador a estabeleceu. Dentro do casamento, a união sexual saudável e prazerosa não acontece apenas por alguns momentos, mas por toda a vida do casal. O sexo foi criado para ser desfrutado com muito prazer e para a procriação do casal no casamento. Deus quer que a humanidade cresça, e através da união legítima entre um homem e uma mulher, multiplique-se. Confira: Gênesis 2.24, 25. 
O amor do marido pela esposa.

O casamento deve ser considerado a principal responsabilidade do homem, ele deve lidar com a relação conjugal pela perspectiva equilibrada, evitando tanto a atitude promíscua quanto um ascetismo rígido.

A Bíblia recomenda solenemente: "Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela." - Efésios 5.25. O verdadeiro padrão do amor do esposo para a esposa é o de Cristo para com a Igreja. Observe o advérbio "como", é um termo que denota modo e sugere comparação. O amor do esposo deve ser tal qual o sublime e corajoso amor de Cristo por sua igreja. O marido que não ama a sua esposa desobedece a Palavra de Deus.

O amor do marido pela esposa, ordenado pelas Escrituras, deve ser o mais elevado possível. A Bíblia ensina que o marido deve honrar sua esposa: "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações." - 1 Pedro 3.7. A insensibilidade do marido faz com que ele perca muito espiritualmente. Infelizmente, nem todos os maridos prestam atenção na necessidade da esposa. Pedro recomenda a eles que expressem amor cuidando dela com respeito, delicadeza e dignidade. Se o marido não consegue manter uma comunicação eficaz com a esposa e filhos sua linha de comunicação com Deus também é interrompida.





O amor de mãe pelos filhos e o marido.

"Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder, não caluniadoras, não escravizadas a muito vinho; sejam mestras do bem, a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e aos filhos" - Tito 2.3-4.

Uma placa interessante escrita por mulher: "Meu lar é limpo e organizado para minha família ser saudável, mas às vezes também está bagunçado para que ela seja sempre feliz." Tais dizeres têm sabedoria, porque a esposa e mãe não pode se tornar escrava de seu lar. Uma casa alegre tem seus momentos de brinquedos espalhados pelo chão, instantes da bicicleta atrapalhando uma passagem, o tempo das tarefas escolares de filhos sobre a mesa de jantar. A dona de casa não deve estar disposta apenas às realizações das tarefas domésticas, tem que querer envolver-se e divertir-se com o marido e os filhos em casa e em passeios e ou quaisquer outras atividades em família.

A reverencia da mulher ao marido. 

“E a esposa respeite ao marido” - Efésios 5.33 b. A esposa precisa apostar nas características positivas do homem que está ao seu lado como marido. A Bíblia Sagrada não sugere...
_________
Continue a ler, copie o conteúdo na íntegra ao seu blog, se considerar de bom alvitre. Para reprodução,informe o nome de autor e fonte de coleta.
Eliseu Antonio Gomes, do blog Belverede
Admnistração UBE Blogs
Visite Uniao de Blogueiros Evangelicos em: http://www.ubeblogs.com.br/?xg_source=msg_mes_network
 
Para controlar os emails que você receberá em Uniao de Blogueiros Evangelicos, clique aqui

domingo, 21 de abril de 2013

A Família sob Ataque


Por Eliseu Antonio Gomes
"No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." - Efésios 6.10-12.

A família vem enfrentando alguns ataques na atualidade. Nestes últimos dias, apenas a família que segue as orientações bíblicas, mantendo vigilância, conseguirá vencer tamanha ímpetuosidade destruidora.
As arremetidas são lançadas por Satanás, o arqui-inimigo da família. Ele movimenta os sistemas desse mundo contra o núcleo familiar, pois tem o objetivo de matar, roubar e destruir a humanidade. E muitas vezes ele tem conseguido realizar parcialmente esses propósitos ao desferir golpes ardilosos contra pais, mães e filhos distraídos, ao apresentar falsos ensinos contra às crianças e à disciplina no lar.
O cristão amadurecido na fé é espiritual, portanto um influenciador. Ensina, mostra as virtudes cristãs próprias e do próximo. Como "sal" e "luz" deste mundo posiciona-se correta e firmemente para anunciar Jesus, pois sabe que Cristo possui todo poder para desfazer completamente as obras nefandas do Malígno.

Na condição de cidadãos em país democrático, de maneira pacífica, os cristãos devem questionar projetos de leis e leis que vão contra os princípios bíblicos.

Os governos, federal, estaduais e municipais, não deveriam tentar intervir nas questões familiares. A posição do Estado no quesito educação dos filhos se consiste em uma grande ameaça contra a fé em Cristo. As propostas sociais de ensino do que é ou não o "politicamente correto", na verdade são tentativas de impor uma filosofia mundana na mente das crianças.






Nas escolas públicas e privadas os alunos recebem ensinos materialistas. Eles são influenciados por filosofias materialistas e ateístas, é ensinado a eles a Teoria do Evolucionismo como uma verdade, e o relaxamento do padrão bíblico da prática sexual dentro do casamento heterossexual.







As bases para a firmeza do jovem cristão tem início na observação que eles fazem sobre seus pais. Eles seguem de perto o ensino que recebem em casa se enxergam em quem os ensina procedimentos sinceros, propósitos cristãos autênticos, fé ativa, grandeza de ânimo, amor, perseverança, coragem e paciência. 

Elinaldo Renovato, comentarista da revista Lições Bíblicas, na presente lição 4, exorta os pais a serem discipuladores de seus filhos, a aplicar a disciplina prudentemente: "Os pais não devem negligenciar a educação dos filhos... Disciplina é toda ação instrutiva e discipuladora, pois a palavra disciplina tem a mesma raiz da palavra discipular (fazer alunos). De fato, uma pessoa bem disciplinada é uma pessoa bem educada, bem discipulada. Que os pais eduquem seus filhos no temor e na admoestação do Senhor e que os filhos honrem e obedeçam aos pais conforme ordena a Palavra de Deus."

Assim sendo, também, como "sal" e "luz", em rodas de conversação com seus filhos, ouvindo-os com atenção, o cristão deve instruí-los sobre como interagir na sociedade moderna. O uso do método de conversas entre pais e filhos cria a situação para que os pais tenham condições de saber previamente quais temas se apresentam como impecilhos na educação de seus filhos e fazer as considerações pertinentes. Dessa maneira, dinâmica e interativa, as crianças têm condições de receber um poderoso antídoto contra o veneno do pecado difundido em salas de aulas.  Qual antídoto? É a Palavra de Deus, capaz de servir como guia certo para formar ideias e ideais e conduzir almas à glória celestial. A disciplina por meio do incentivo faz a criança permanecer no caminho da vida, isto é, na fé e na vida correta.  (Salmo 119.105; Provérbios 23.13-14; Efésios 6.4).

Com vocabulário apropriado ao filho, os pais cristãos necessitam explicar a eles o texto 1 Coríntios 6.18-20. Dizer-lhes que Deus comprou a cada um de nós individualmente e de maneira coletiva a Igreja (o Corpo de Cristo) para que sejamos santuários do Espírito Santo. Este preço foi o sangue de Jesus derramado no episódio da crucificação. Ensiná-los que seus corpos existem para ser santuário do Espírito Santo, e que o Espírito sendo santo se recusa a estar em santuário poluído. Então todos nós devemos fugir sempre da imoralidade para que tenhamos condições de glorificar a Deus com nossas vidas. Glorificar ao Senhor é um mandamento que deve ser cumprido com atos e palavras em nosso cotidiano, assim como Jesus fez em total submissão ao Espírito (João 15.8; 17.4).

Usando o linguajar da faixa etária das crianças, os pais devem combater os falsos ensinos propagados por teologias liberais. Ensinar-lhes que todo conteúdo da Bíblia é inspirado pelo Espírito Santo, que a Bíblia é a Palavra de Deus, infalível e inerrante, conforme nos informa 2 Timóteo 3.16 e não um mero livro que contém partes da Palavra de Deus misturadas com palavras de homens. Tal ensino é uma agressão à mensagem das Boas Novas do Senhor e visa desestabilizar a fé dos membros da Igreja e consequententemente destruir as famílias segundo o modelo implementado pelo Criador no jardim do Éden.

A Igreja do Senhor Jesus Cristo, a "coluna e firmeza da verdade" (1 Timóteo 3.15), deve lutar para que os princípios éticos fundamentais da família sejam preservados, ajudar os pais na nobre missão de educar os filhos, somente assim não pereceremos sob os ataques do mal, antes, glorificaremos a Deus.

E.A.G.
Fonte:Belverede
_________
Ao copiar este texto, informe nome de autor e fonte de coleta e não use para fins comerciais. Isto é, Eliseu Antonio Gomes, blog Belverede (http://belverede.blogspot.com.br).
Visite Uniao de Blogueiros Evangelicos em: http://www.ubeblogs.com.br/?xg_source=msg_mes_network
 
Para controlar os emails que você receberá em Uniao de Blogueiros Evangelicos, clique aqui

CORAGEM - COMP. IVANILDO SOARES - CANTOR: EDVANILDO JÚNIOR