terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 3

A Terra Ameaçada

Um dos mais graves problemas ambientais que enfrentamos hoje é o nível crescente de gases de efeito estufa como o dióxido de carbono, o metano e clorofluorcarbonetos  que esquentam o planeta impedindo que o calor do sol se disperse. O dióxido de carbono é liberado ao queimar-se combustíveis fósseis: petróleo, gasolina, carvão e gás natural. O metano é liberado na descomposição da matéria orgânica. Os sistemas de ar condicionado empregam clorofluorcarbonetos.
    As concentrações atmosfericas de dioxido de carbono aumentaram desde os níveis preindustriais de 280 partes por milhão (antes do ano 1750) a mais de 380 partes por milhão em 2005, e as amostras de núcleos de gelo na Antartida mostram que o dioxido de carbono é  agora 27% maior do que em qualquer outro momento da historia. As emissões mundiais de dioxido de carbono poderão elevar-se em até uns 60% entre 2001 e 2025, enquanto naçoes populosas como a Índia e a China seguem industrializando-se e adquirindo mais automóveis acionados por gasolina. Entre um terço e a metade dos bosques do mundo foram destruidos, o que eleva ainda mais os niveis de dioxido de carbono.  As árvores são responsaveis pela retirada biogenica do gás carbonico em excesso na  atmosfera por meio da fotossintese.
    
O aumento de gases de efeito estufa na atmosfera tem relação estreita com o aumento da temperatura em todo o planeta. Nos ultimos trinta anos a temperatura da Terra tem aumentado em aproximadamente 0,2 graus Celsius por decada, por isso a temperatura media chegou ao seu ponto mais alto desde os primeiros registros na historia. 









Nenhum comentário:

Postar um comentário