segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

DICAS DE PINTURA: PASTÉIS (parte 03)

TIPOS DE PAPÉIS 




A escolha do papel é extremamente importante no trabalho em pastel, pois tanto as scores quanto as texturas desempenham um importante papael no resultado final. Os pastéis costumam ser usados sobre uma superfície colorida; o papel também deve ter alguma textura para segurar os pigmento (conhecido como "dente"). Se você trabalhar numa superfície lisa demais, o pigmento escorregará, podendo se soltar. Isto torna impossível a construção de camadas na sua pintura.
  
  PAPEL E NUANCE DA TEXTURA

    O motivo para se trabalhar no papael colorido é que é muito difícil conseguir cobrir toda a superfície do papel com os pastéis. Mesmo se usar um bastão de pastel de lado com pressão forte, alguma parte do papel ainda permanecerá visível. Os pontos brancos vis´piveis do pael, que surgem entre o pastel aplicado criam um efeito salteado, além de descaracterizar as cores. Portanto, o ideal é trabalhar sobre uma cor que, ou complemente, ou harmonize como esquema geral de cores de pintura. Existem alguns artistas que gostam de trabalhar em papel branco, mas representam uma minoria.
    Há dois papéis padronizados para treabalho em pastel: Ingres e Mi-Teintes (não são nomes de fabricantes; descrevem o tipo de papel). Os dois são fabricados numa extensa gama de cores, e os dois poslsuem uma textura que segura o pigmento no lugar. O Ingres é um papel de textura horizontal, com um padrão de finas linhas uniformes. O Mi-Teintes possui um padrão de pontos, que lembra o arame de galinheiro. Vale a pena experimentar os dois, pois só assim irá descobrir o mais adequado ao seu trabalho. Poderá usar também o lado avesso do papel Mi-Teintes se achar sua granulação obstrutiva demais.
 
 A escolha da cor  é mais difícil, pois terá de saber o que via pintar antes de começar. Alguns artistas escolhem a cor que será uma das cores chaves da pintura, e reservam áreas que permanecerão descobertas. Por exemplo, um cinza-azulado pode ser a escolha para uma paisagem no campo ou litoral sob um céu nebuloso. Algumas partes do papel serão reservadas para as áreas da água e céu. Outros artistas gostam de trabalhar sobre cor contrastante. Escolhem, por exemplo, o amarelo para um cenário com neve, que é composto basicamente de azuis e cinza azulados. Para começar, a melhor escolha seria uma cor neutra em meio-tom como o cinza-claro ou bege; as cores muito brilhantes ou escuras são difíceis de administrar até saber o que está fazendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário