terça-feira, 8 de março de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 8

As mudanças Climáticas e a Profecia II




O profeta Joel predisse uma grande estiagem sem precedente: "A terra está de luto...O mosto secou [vinho], o azeite se perdeu... O trigo foi destruído... Os animais do campo bramaram...Os riachos se secaram" em conjunto com o "dia do Senhor", o periodo que culmina com o regresso de Cristo (Joel 1:2-3, 10-20). Há muito tempo Moisés advertiu que a desobediência  às leis de Deus traria secas e fomes (Lv 26:11-14, 19-20). Será simples coincidência que agora os cientistas predizem que a mudanças climaticas fará com que grande parte da superfície agrícola produtiva da Terra se transforme em um deserto árido incapaz de produzir alimentos?
    A causa bíblica das calamidades profetizadas e que os seres humanos se esqueceram  das leis de Deus, entre elas as leis bioquímicas e ecológicas que Deus ordenou para que regessem o funcionamento do nosso meio ambiente (Oséias 4:6). Conseqüentemente, Deus nos disse que  Ele nos deixará sentir na pele as consequencias por violarmos leis tão importantes e que vamos colher o que semeamos  (ver Oséias 4:9; Jeremias 2;19). O cientistas modernos chegaram a mesma conclusão a respeito das mudanças climáticas causadas no mundo pelas atividades humanas. Hoje, os cientistas escrevem sobre "a vingança de Deus", porém isto não é algo recente; há milhares de anos, Moisés advertiu aos israelitas que se contaminassem a Terra, ela então os vomitaria (Lv 18:28). Sim, como foi predito, a Terra está no contra-ataque! Mas estaremos perdidos? Estaremos realmente diante do fim do mundo? Será que termos alguma esperança?
  
    O PORVIR

Os prognosticadores, intentando vislumbrar mais além do que podem ver como o futuro colapso de nossa civilização moderna,   apontam  a necessidade de um "guia de usuário" escrito em termos bem claros e simples, o qual permita aos sobreviventes "reconstruir a civilização sem repetir a maioria dos nossos erros" (Lovelock, pág. 156-158). Este livro dever ser "um manual para viver bem e para sobreviver" que contenha instruções vitais  sobre o propósito de nossa vida, nossa relação perfeita e correta com a Terra, leis fundamentais de saúde e pautas para o comportamento correto (idem). Os intelectuais modernos,  que supõem que não existe tal livro, ignoram que estas informação essenciais já se encontram na Bíblia. As Sagradas Escrituras afirmam que a Terra pertence a Deus (Sl 24:1) e que os seres humanos deviam preservá-la como verdadeiros administradores (Gn 1:28; 2:15).
    Quando Jesus voltar a este mundo, Ele vai "destruir aqueles que destroem a Terra" (Ap 11:18) e se valerá dos seus santos para iniciar "os tempos da restauração de todas as coisas", incluindo os ecossistemas da Terra (Atos 3:19-21). As dramáticas mudanças climáticas atuais não são prenúncios do fim do mundo mas precisamente um prelúdio de um futuro muito mais emocionante, do qual você pode fazer parte... sempre e quando começares a viver pelo que realmente afirma a Bíblia e aprenda a reconhecer o verdadeiro significado das mudanças ambientais que agora ocorrem em todo o Planeta, à medida que nos aproximamos de um mundo vindouro preparado para os santos, os separados de Deus, através de Jesus Cristo o Seu Único Filho e Salvador nosso.

(Texto extraído e traduzido livremente da revista El Mundo de Mañana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário