sábado, 5 de março de 2011

A TERRA CONTRA-ATACA - Parte 6

A Civilização está em Perigo



   Os cientistas que estudam as consequencias do aquecimento global descrevem o futuro com uma perspectiva de gravidade que recorda notavelmente os termos biblicos!  Um cientista observou: "Estamos modificando os sistemas físicos, quimicos e biologicos...[da Terra]... a um ritmo e em intervalos cada vez maiores, do que jamais havia-se registrado na Terra. Os seres humanos embarcaram inconscientemente em uma grande experiencia em nosso planeta... [o qual] tem profundas implicações para toda a vida na Terra... nos aproximamos rapidamente dos seus limites.

  As atuais praticas economicas que danificam o meio ambiente... não podem prosseguir sem o perigo de causar um dano irreparavel aos sistemas vitais do planeta". Na Universidade de Cambridge o professor Martin Rees apontou que "no seculo vinte e um, a humanidade corre um grande risco  jamais visto por causa da aplicação equivocada da ciência e as pressões ambientais induzidas pelas ações humanas coletivas, que poderiam desencadear catástrofes mais graves que os perigos naturais... Creio que as possibilidades não superam 50% de  que nossa atual civilização na Terra sobreviva até o final do presente século sem graves consequencias" (Our Final Century, pág. 8, 186).
    
“The future will require us to build better places, or the future will belong to other people in other societies.”  
—James Howard Kunstler

"O futuro vai exigir-nos a construir um lugar melhor, ou o futuro vai pertencer a outras pessoas em outras sociedades."

Outro pesquisador,  o jornalista e escritor James Kunstler, descreve uma série de "forças [economicas, politicas e ambientais],,, que alteraram fundamentalmente os limites da vida cotidiana... em um grau tal que ninguém jamais viu" (The Long Emergency, pág. 1-2). Ele escreveu: "O aquecimento global deixou de ser uma teoria debatida por interesses políticos locais, para se converter em um conceito científico  estabelecido... [e que além do aumento das temperaturas, as inundações, a propagação de enfermidades e a desertificação]... o aquecimento do planeta criará condições que acabarão com a economia mundial"
 (pág. 8-9). Em tal contexto, Kunstler descreve o que os cientistas chamam de um "ponto ômega", a  ponte onde "as imensas redes interconectadas dos ecossistemas da Terra estarão tão enfraquecidas que a existência humana deixa de ser possível" (Idem).






Nenhum comentário:

Postar um comentário