sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A ORIGEM DA RAÇA HUMANA




Criação ou Evolução
A Hipótese Extraterreste é Possível?

A presença do homem neste planeta, a sua origem, porque ele é inteligente, quem o criou, de onde viemos e para onde vamos (se é que vamos a algum lugar)...mistérios, enigmas. Tudo isto nos inquieta, nos predispõe naturalmente a inquirir, pequisar, examinar. Afinal queremos saber sobre nós mesmos, e isto é um nosso direito.Se existimos queremos saber o porque, quem somos.Pesquisamos, teorizamos, surgem mitos e lendas a respeito da nossa existência neste planeta qualquer. Às vezes estamos a um passo da resposta e de repente surge um grande abismo entre nós e a verdade que almejamos alcançar. De repente estamos outra vez no início. O ciclo se inicia e estamos na estaca zero.
A Teoria da Evolução se presta muito bem a humanistas, ateus, ciências humanas e até mesmo a pessoas religiosas, cultas ou ignorantes. Com esta teoria quase chegamos a resolver a questão da origem humana. "Quase" porque mesmo Darwin no final da sua vida desprezou sua teoria e quis rever, editar tudo o que tão convicta cautelosamente ele afirmou. Quem sabe poderíamos mesmo ter ascendência direta de um tal primata que evoluiu através dos milênios.Mas a questão é que um primata,evoluindo, um animal irracional, será sempre um animal irracional. Como todos os outros que o são até hoje. O reino animal não pensa, não medita, não diz: eu estou aqui, de modo racional, inteligente tal como entendemos estes conceitos. Então poderíamos perguntar aos que ensinam a Teoria da Evolução: Evolução, mas em que sentido? Apenas biológico, físico, evolução que não considerou todos os aspectos, todas as particularidades e minúncias do ser humano. Onde e quando o ser humano ganhou um espírito, uma racionalidade, um intelecto que os separa milhões de quilômetros dos outros seres que apenas sobrevivem instintivamente? Em que lugar desta teoria surgiu no homem os sentimentos tal como o amor uns pelos outros, o cultivo da arte, a elevação da alma pelo sobrenatural, pelo elevado, onde surgiu este espírito místico, a sua linguagem tão complexa e variada, etc. A lista e extensa. Os evolucionistas podem até apresentar as suas "provas" a respeito da evolução humana. Porém, muitas delas não passaram de fraudes muito bem elaboradas, e que logo foram desmascaradas(consulte: criacionismo.com.br).
O aspecto mais crucial da Teoria da Evolução é encontrar, determinar o Elo Perdido. Ele seria a prova cabal, final, a menina dos olhos dos evolucionistas para provar sua hípótese da evolução. Mas, infelizmente, Darwin falhou, sua teoria encontrou-se diante de um abismo. Até agora aguardamos este momento, porém algo nos diz que está cada vez mais longe.
No extremo oposto da questão estão os que propagam o Criacionismo. Eles ensinam que o homem é obra do poder divino. Um milagre vindo à tona pelo poder da fé. A Bíblia afirma que pela fé Deus criou os mundos e tudo que nele há (Hb 11,3). Segundo esta teoria o homem surgiu repentinamente na terra a poucos milênios atrás. A uns 6.000 anos atrás Adão e Eva pisaram o solo do Jardim sagrado (Édem). Mas me parece que há mais problemas a se resolverem nesta teoria, quanto na hipótese evolucionista. Ora, Adão habitava um jardim repletos de regalias. Havia árvores frutíferas, verduras, grãos, flores, água...enfim tudo o que precisava para viver regaladamente. Ele precisava apenas cultivá-lo e a bênção estaria sobre ele. A morte não existia, a doença muito menos. A paz reinava infinitamente naquele paraíso. De repente aconteceu o inesperado. Eis que Adão abandona seu próspero quinhão, o seu eldorado, seu esconderijo do Altíssimo e foi-se habitar as rústicas cavernas e campinas desconhecidas e perigosas deste mundo sem fim. Num piscar de olhos tornou-se um aventureiro um Indianna Jones em busca de outros tesouros. Tomou por vestimenta a pele dos animais caçados e das escuras e frias cavernas fez sua habitação. Será que ele abandonou o Jardim do Édem antes de pecar? Não o sabemos. Pelas rochas, nas paredes das cavernas, nos paredões megalíticos deixou suas marcas, registrou sua passagem. Representou sua vida díaria, suas caçadas, suas crenças. Apontou para o seu perfil e disse: "eu sou assim". Para que a prosperidade o soubessem, o conhecesse. Pintou seus deuses e desenhou sua religião. Este Adão construiu as estátuas da Ilha de Páscoa os gigantes de chapéus, as figuras da planície de Nasca, as pinturas de Lascaux (consultar: http://www.girafamania.com.br/primitiva/rupestre.html. Veja também: www.materialfacil.com.br/documentario/mostrar/1862/os_misterios_da_ilha_de_pascoa) Vou parando por aqui senão acabarei focando outros temas. Consulte-se as fontes indicadas e veja por si mesmo.
Alguém já disse que a Bíblia inicia com um livro cheio de símbolos e mistérios (Gênesis) e termina do mesmo modo (Apocalipse). Símbolos, representações, mistérios que apontam para coisas sublimes e elevadas. E que só entenderemos se reclinarmos o espírito e apelarmos para Deus. Tudo isto tem atordoado o espírito humano até hoje ao invés de lhe fornecer respostas. Há ciência que só a Deus pertence o saber.
Quem sabe o Jardim do Éden esteja não aqui, mas em outro planeta distante e desconhecido. Isso mesmo. Em Gênesis lemos o seguinte:(Gênesis 3:24) - E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida(Gn 3,24).
Supomos que se este jardim existisse entre nós, ainda hoje o veríamos, como também a espada flamejante ao seu redor. Apenas poderíamos contemplá-lo de longe e aos dois querubins. Ficaríamos apenas na saudade, observando nossa antiga moradia. Mas em nenhum lugar deste planeta observamos tal cena. Nenhum jardim com estas características foi descoberto até hoje.
A pesquisa científica continuará. Teorias diversas aparecem no cenário científico debatendo-se, confrontandose. Mas ninguém resolveu o enigma proposto. Ainda não se chegou a um consenso sobre a nossa origem.
Para finalizar ainda quero mencionar a Hipótese Extraterrestre. Segundo ela o homem veio de fora, do desconhecido universo. De algum planeta distante ou de mundo paralelos, quem sabe de outro tempo. Não seria sensato imaginarmos um astro qualquer perdido na imensidão do espaço e do tempo como o único receptáculo da vida inteligente. Tirem suas próprias conclusões, porém com espírito aberto e livre de preconceitos. Quem você pensa que é? O que faz aqui? Para onde pensa que vai? Ou será que não vamos para nenhum lugar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário