quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

JUNTO DO RIO


Junto do rio
Vou passear.
Levai-me águas,
Sou hidro-ser.

Perto do rio de claras águas
Vou liquidar todas as mágoas,
Vou a alma lavar.

Dentro do rio
Sou de cristal.
Envolver-me vou gota-a-gota
E transparecer-me.

Há muitas pedras
Perto do rio mui caudaloso.
Pedras que podem
Meus pés firmar.
Junto das águas do rio profundo
Quero convicto meu coração
Despedaçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário